RD Summit 2017: Um resumo das lições que aprendemos no 2º dia do maior evento de marketing digital e vendas da América Latina

RD Summit 2017: Um resumo das lições que aprendemos no 2º dia do maior evento de marketing digital e vendas da América Latina

Preparamos uma série de três posts (um para cada dia do evento), destacando algumas palestras e lições aprendidas. Se você não acompanhou, veja aqui um resumo do que aconteceu no primeiro dia. E confira agora o que foi imperdível no segundo dia do maior evento de marketing digital e vendas da América Latina!

 

2º DIA, 19 DE OUTUBRO – RD SUMMIT 2017

 

[Main Session] Martha Gabriel / Consultora e autora de best-seller

Ainda pouco explorado, o neurobusiness foi abordado por Martha Gabriel. Ela afirma que a compreensão do cérebro humano pode inclusive nos ensinar a aplicar estratégias de marketing. Martha mapeou alguns pontos que devem ser seguidos se queremos elevar nossos níveis de consciência, melhorar nossa capacidade nos negócios e influenciar pessoas, dentre os quais destacamos:

– A ciência descobriu que a famosa frase “Penso, logo existo” está perdendo o sentido. Nossas ações são baseadas naquilo que sentimos, ainda que inconscientemente, portanto o mais apropriado seria “Sinto, logo existo”;

– Os mandamentos básicos “durma 8 horas por dia, alimente-se bem, pratique exercícios e medite” não saem de moda;

– Abuse da tecnologia, no sentido de poupar o cérebro com questões que podem ser resolvidas através de aplicativos e assistentes virtuais, para que você se dedique ao que realmente interessa.

Frases mais impactantes de Martha Gabriel:

  • “Transforme a sua marca em um parque de diversões”;
  • “As questões do coração são mais fortes. Decisões não são baseadas em pensamentos, são baseadas em emoções”.

 

[Main Session]  Avinash Kaushik / Google

Considerada a melhor do evento, a palestra de Avinash Kaushik tratou de negócios num mundo que nunca antes obteve tanto acesso aos dados do usuário. Há vantagens em desviar da análise puramente demográfica para atingir determinados consumidores com base em seus comportamentos e hábitos de compra pela internet. Destacou também que:

– Embora o Facebook detenha mais dados do que qualquer outra empresa, os anúncios veiculados são frequentemente descontextualizados e não chegam até o consumidor com o objetivo de satisfazer uma necessidade. Para Avinash, é aqui que entra a importância da AI (inteligência artificial);

– As mudanças serão drásticas, pois as máquinas já não necessitam ser ensinadas. É preciso ter em mente a criação de experiências personalizadas, de acordo com o perfil do cliente e buscar ao máximo compreender o comportamento: não foque no que o seu cliente diz, e sim no que ele faz;

Frases mais impactantes de Avinash Kaushik:

  • “Nos próximos anos, decisões inteligentes não serão mais tomadas por seres humanos”;
  • “Foquem suas otimizações no lucro e utilizem o machine learning. Com isso já é possível saber o investimento exato que você deve fazer para obter lucro”.

 

[Trilha: Desenvolvimento Pessoal]

Alta Performance Pessoal e Profissional / Paulo Alvarenga / Crescimentum

 

Paulo Alvarenga iniciou a palestra contando um pouco da sua trajetória para emagrecer e de como, aos poucos, foi ficando “viciado” no sentimento de realização, na liberação da serotonina e dos hormônios que proporcionam o bem-estar. De forma descontraída, apresentou as dificuldades de nos livrarmos de modelos mentais e de como sentimentos de medo e frustração criam prisões em nossa mente, nos impedindo de atingirmos nossa melhor forma, sobretudo no ambiente profissional.

Para começar a quebrar esses padrões, propôs a alteração de uma lista de frases que são frequentemente repetidas pelas pessoas que não estão em alta performance. Citamos algumas abaixo:

AO INVÉS DE DIZER X DIGA:

Já cheguei no meu limite X Eu posso aprender o que eu quiser

Quando eu falho, fracasso X Quando eu falho, aprendo

O seu sucesso me ameaça X O seu sucesso me inspira

Eu não consigo X Eu ainda não consegui

 

Para Paulo, performance envolve sobretudo mudança de mentalidade e não se deixar dominar pelo sistema. Em suas palavras: “Quem dá poder ao ambiente não obtém resultados. E se você não fizer por você, o sistema o fará”. Uma lição para não esquecer!

 

[Trilha: Conteúdo]

11 Táticas Práticas de Marketing de Conteúdo / Sujan Patel / Webprofits

 

Sujan Patel foi direto: mais qualidade e menos quantidade. Afirmou que o marketing de conteúdo bem feito contribui significativamente para alavancar negócios. Destaque para alguns pontos de sua palestra:

– Crie conteúdo melhor que o seu concorrente, sempre;

– Desista de escrever sobre o que já foi publicado. Foque em educar o seu cliente. Conteúdos paralelos ao seu negócio são uma ótima estratégia (por exemplo, se a sua empresa vende produtos naturais, não fale apenas deles. Apresente uma causa, como a sustentabilidade, e verá o engajamento e admiração pela empresa aumentar);

– Conteúdo de bastidores: deixe que o cliente faça parte da sua empresa. Mostre como é o funcionamento do local e o que acontece no dia a dia de forma contextualizada, gerando credibilidade;

– E nada de distribuir o mesmo formato de conteúdo em canais diferentes. Cada canal possui sua própria dinâmica, então personalize e adapte um blog post, por exemplo, para uma chamada no Facebook. Formatos iguais para todos os canais não funcionam porque os públicos são diferentes.

 

[Trilha: Desenvolvimento Pessoal]

DISC: Como o autoconhecimento ajuda você e a sua empresa / Valéria Pimenta / Thomas

 

Seguindo a linha de Paulo Alvarenga, Valéria Pimenta focou nas questões de autoconhecimento a partir do conceito DISC (Dominância, Influência, Conformidade, Estabilidade) para explicar sobre:

– O que gostamos ou não; o que nos motiva; o que tememos; nossos talentos; possíveis limitações e necessidades de desenvolvimento;

– Não existe certo e errado quando se trata de comportamento humano. Comportamento não diz se uma pessoa entrega ou não entrega resultados e sim de que forma ela entrega.

Através de comportamentos observáveis, o conceito DISC auxilia a identificar particularidades e criar empatia, possibilitando o desenvolvimento de maneiras mais eficazes de comunicação. Assim, também nascem relacionamentos mais respeitosos, eficientes e duradouros. Avaliando o comportamento individual, podemos extrair o melhor de cada pessoa.

 

 

E assim encerramos o segundo dia de lições do RD Summit 2017. Se você perdeu nosso post sobre o primeiro dia, clique aqui. No próximo e último post da série, você confere o que marcou no terceiro dia do maior evento de marketing digital da América Latina. Até lá!

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado