RD Summit 2017: Um resumo das lições que aprendemos no 1º dia do maior evento de marketing digital e vendas da América Latina

RD Summit 2017: Um resumo das lições que aprendemos no 1º dia do maior evento de marketing digital e vendas da América Latina

Três dias. 8 mil profissionais. Mais de 150 palestrantes. Para quem perdeu ou quer relembrar o que aconteceu no maior evento de marketing digital e vendas da América Latina, preparamos uma série de três posts (um para cada dia do evento), destacando algumas palestras e lições aprendidas. Confira!

 

Entre os dias 18 e 20 de outubro de 2017, cerca de 8 mil profissionais se reuniram na cidade de Florianópolis para uma verdadeira imersão no mundo do marketing digital. O RD Summit, organizado desde 2013 pela Resultados Digitais, trouxe palestrantes nacionais e internacionais para compor as sessões principais, além das 12 trilhas temáticas, cujas categorias variavam entre gestão e estratégia, conteúdo, vendas, desenvolvimento pessoal, agências e tecnologia, para citar apenas algumas. Acompanhe como foi o 1º dia do evento e as lições que tiramos das palestras selecionadas:

1º DIA, 18 DE OUTUBRO – RD SUMMIT 2017

 

[Main Session] Jacco VanderKooij / Winning by Design

Usando uma camiseta que homenageava Ayrton Senna, o holandês Jacco VanderKooij se dispôs a explicar como funciona uma abordagem de vendas moderna, destacando 4 palavras-chave que constituem o processo de venda:

  1. Dor: foco nas dores do cliente.
  2. Conversa: há diferença entre conversar e discursar. As pessoas estão cansadas de discursos – elas querem falar dos seus problemas. E como vendedor, a ideia não é falar como se já soubesse do que seu cliente precisa: perguntar e ouvir traz melhores resultados.
  3. Diagnóstico: um diagnóstico mais preciso do que está acontecendo aumenta as chances de um bom resultado.
  4. Troca: negociar está fora de questão. Vale mais pensar em termos de troca e de benefícios para ambos os lados.

Frases mais impactantes de Jacco VanderKooij:

  • “É difícil ser bom nas coisas simples”;
  • “Não negocie! Negociar leva a descontos, e isso não é bom. O que queremos é uma troca”.

 

[Main Session] Ann Handley / MarketingProfs

Em seguida, partimos para o marketing de conteúdo com Ann Handley, considerada uma das mulheres mais influentes no LinkedIn. Em sua palestra, Ann destacou que:

– 73% das pessoas produz conteúdo; mas apenas 35% sabe dizer se o que está escrevendo é eficaz e aplicável.

Para Ann, as pessoas estão se esquecendo de pensar em duas questões:

  1. O que o produto faz?
  2. O que o produto faz por você?

A primeira questão é voltada para a descrição do seu produto ou serviço. A segunda é o diferencial, o que realmente vai “tocar” o seu cliente. Para ela, empatia e paciência são essenciais, sobretudo porque estratégias de marketing de conteúdo levam tempo e não podem ser feitas na base do “escrever por escrever”.

Frases mais impactantes de Ann Handley:

  • “Faça com que seu cliente se sinta mais: mais inteligente, mais elevado, mais importante”;
  • “Não precisamos de mais conteúdo. Precisamos de conteúdo mais relevante!”

Além das main sessions, o público também pôde escolher entre as muitas palestras separadas por trilhas, que aconteciam simultaneamente. Destas, destacamos as seguintes:

 

[Trilha: CS e Atendimento ao cliente]

Confie na simplicidade: como entregar uma experiência do cliente memorável / Mikkel Svane / Zendesk

 

A palestra de Mikkel Svane teve por objetivo mostrar que o atendimento ao cliente não deve ser um processo complicado. Segundo ele, é preciso focar em quesitos como a capacidade de resposta e transparência. Ou seja, por capacidade de resposta entenda-se estar disponível em todos os canais de atendimento que a empresa oferece, unindo tempo ágil e disposição para responder e sanar dúvidas. Importante também transparecer confiança, permitindo o acesso a todas as informações durante a busca do cliente por uma solução.

Para ser simples e eficaz, salientou ainda que:

– Investir em bons relacionamentos é a chave para a fidelização. Dar particular atenção aos clientes já conquistados fortalece o vínculo, garante mais lucro e não é tão trabalhoso quanto prospectar novos clientes.

 

[Trilha: Marketing Avançado]

Quebrando mitos e escalando resultados no Google AdWords para praticamente qualquer segmento / Leandro Martinez / Basta1Click

De acordo com Leandro, há pelo menos três ideias falsas que as pessoas geralmente tem quando pensam em estratégias para melhores resultados:

– Primeira posição no Google: diferente de outras modalidades, conquistar o primeiro lugar no ranking do Google não é necessariamente oferecer o melhor nem ser bem-sucedido. Essa é considerada uma métrica de vaidade. A avalição não deve ser feita com base nas posições do ranking, e sim na relevância do conteúdo;

– Investimento: dobrar o investimento não significa dobrar o resultado. Para Leandro, a utilização do Google AdWords sem o apoio de outras estratégias não é suficiente em matéria de posicionamento;

– Ao contrário do que imaginam, usar a sua própria marca como palavra-chave pode ser muito eficaz! Não há problemas em adicionar a sua marca como parte de uma estratégia de SEO. Termos institucionais funcionam como palavras-chave porque são mais fáceis de serem lembrados pelo usuário.

 

De modo geral, estas foram as palestras que escolhemos como destaques do primeiro dia do RD Summit 2017. Esperamos que esses insights tenham sido úteis! No próximo post, você confere as lições das palestras que fizeram sucesso no segundo dia do evento. Até lá!

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado