Novidades | Blog

Aqui você fica por dentro das novidades e dicas do Google Adwords

As 5 maiores tendências do Google Ads para 2024

O Google Ads está em constante evolução. Ao longo do último ano, os anunciantes ganharam acesso a mais ferramentas de IA, perderam alguns modelos de atribuição e viram inúmeras atualizações em toda a plataforma.

Ao entrarmos em um novo ano, compilamos algumas tendências e previsões do Google Ads para 2024 que acredito que os anunciantes precisam conhecer para continuar obtendo sucesso e acompanhando as mudanças constantes.

Mais recursos impulsionados por IA no Google Ads

Ferramentas de IA e aprendizado de máquina já começaram a redefinir a maneira como conduzimos campanhas de pesquisa paga. Este ano promete estratégias de lances automatizados ainda mais sofisticadas, segmentação avançada de público e criação de anúncios semi-autônomos. Além disso, com análises preditivas, os anunciantes podem antecipar o comportamento do consumidor, otimizando campanhas para “resultados melhores”.

As estratégias de lances automatizados avançadas já representaram uma mudança significativa no processo anteriormente muito manual de ajustar lances e aprimorar resultados no Google. Esperamos que isso continue a evoluir agora com o Google Analytics 4 (GA4) e o foco do Google no modelo de atribuição orientado por dados.

Com isso, também podemos esperar os seguintes recursos impulsionados por IA no Google Ads para 2024:

  • Criação de anúncios semi-autônomos

O Google incentiva os anunciantes a usar seu tipo de campanha Performance Max (PMAX). Se não estiver familiarizado, o Performance Max permite que os anunciantes acessem todo o inventário de anúncios do Google (YouTube, Search, Discover, Gmail e Maps) a partir de uma única campanha.

Em PMAX, os anúncios são criados por meio de entradas. Ativos de texto podem ser criados atualmente por meio das entradas do anunciante, e com o rápido desenvolvimento de imagens geradas por IA, espero ver isso se tornar uma característica em um futuro não muito distante.

  • Segmentação avançada de público

As plataformas de publicidade já começaram a incorporar a IA no processo de segmentação de público. O Facebook, em particular, lançou sua audiência “Advantage+”, entregando essencialmente as chaves para a inteligência artificial encontrar a segmentação certa para você.

Antecipamos que o Google Ads para 2024 seguirá o mesmo caminho, especialmente com o Performance Max e a ampliação dos tipos de correspondência de palavras-chave. Ao analisar históricos de pesquisa de usuários, interações no site e até comportamentos em mídias sociais, plataformas impulsionadas por IA podem prever a intenção do usuário com uma precisão impressionante. Isso significa que os anúncios podem ser exibidos para usuários mais propensos a converter, de maneira semelhante ao funcionamento das estratégias de lances automatizados atualmente, apenas levando esse conceito para o próximo nível tecnológico.

  • Análise preditiva na otimização de campanhas

Em vez de simplesmente reagir a dados passados, a IA poderia possibilitar a gestão proativa de campanhas usando análises preditivas. Ao avaliar o desempenho de campanhas passadas e as tendências atuais do mercado, a IA poderia prever possíveis problemas ou oportunidades em campanhas futuras.

Isso significa que os profissionais de marketing podem ajustar suas estratégias antecipadamente, em vez de reagir. Elementos disso já estão presentes nas plataformas de publicidade atuais, mas não na extensão que eu acredito que será. Antecipo que ouviremos mais sobre o conceito de análises preditivas do que já estamos ouvindo.

  • Aprendizado contínuo e aprimoramento

O verdadeiro poder da IA está em sua capacidade de aprender continuamente. Modelos de aprendizado de máquina se refinam a cada dado que encontram. No contexto de pesquisa paga, isso significa que as ferramentas impulsionadas por IA se sintonizam mais aos objetivos do anunciante e às nuances do público-alvo ao longo do tempo. Já vimos essa trajetória com PMAX e lances inteligentes. Espero que os anunciantes experimentem mais avanços e promoções no lado do Google em relação a esse recurso.

A fusão de IA e pesquisa paga aponta para um futuro em que as campanhas são mais inteligentes, mais responsivas e, o mais importante, mais eficazes. Enquanto a IA lida com grande parte da análise pesada, o papel do especialista em Google Ads se deslocará para tomadas de decisão mais estratégicas, empreendimentos criativos e aproveitamento dos insights da IA para impacto máximo.

A automação e os lances inteligentes se tornarão mais populares

Na mesma linha das funcionalidades impulsionadas por IA que abordamos acima, a automação na criação de anúncios e na segmentação de público se tornará mais prevalente em todas as campanhas. Estratégias de lances inteligentes, como Target CPA e ROAS, continuarão populares, aproveitando a IA para otimização eficiente de campanhas.

Os lances inteligentes já provaram ser eficazes, na minha opinião. Quando lançados pela primeira vez, eu tinha uma quantidade razoável de ceticismo em relação ao conceito, principalmente porque a IA como tecnologia não estava particularmente onde está hoje. No entanto, as conversões máximas, tCPA e tROAS foram todas extremamente úteis para os anunciantes assim que coletaram dados de aprendizado suficientes. Com o tempo, essas estratégias de lances geralmente melhoram uma campanha bem estruturada.

Mais ênfase nas correspondências amplas

O Google tem incentivado os anunciantes a usar correspondência ampla mais do que nunca. A razão por trás disso é a confiança deles nos lances inteligentes e na capacidade da IA de aprender e otimizar resultados ao longo do tempo. Em essência, quanto mais dados você der à máquina, mais ela poderá se adaptar ao objetivo que você especificou.

Isso é algo que ainda tenho um certo ceticismo até certo ponto, como alguém que, por muitos anos, gostava bastante de refinar campanhas com tipos de correspondência e palavras-chave negativas para focar nas consultas específicas de interesse do negócio. Eu gostava do processo de ter muito controle fino sobre meus esforços de marketing pago. Com a direção que a indústria está seguindo agora, esse nível de transparência está evaporando muito rapidamente.

O crescimento da publicidade em vídeo

Espero que a publicidade em vídeo cresça, não apenas no sentido dos anúncios gerais do YouTube que você está experimentando atualmente, mas no campo de anúncios de vídeo de curta duração. Os Shorts do YouTube são a resposta do Google ao TikTok e aos Reels do Meta. Agora, você pode veicular anúncios direcionados aos Shorts como um local, no entanto, acredito que, com a competição crescente na publicidade tanto no TikTok quanto no Instagram, haverá muito mais atenção voltada para os Shorts, tentando incentivar os anunciantes a utilizá-los como um local. Eles podem fazer isso simplificando a configuração e usando a IA para ajudar os anunciantes a criar anúncios.

A pesquisa terá uma experiência mais visual

A pesquisa tem seguido em direção a uma experiência mais visual há um tempo. Os anunciantes já podem incluir imagens em seus anúncios de pesquisa, mas espero que isso avance consideravelmente mais no Google Ads para 2024.

Mais previsões do Google Ads para 2024 e PPC para ficar de olho

Aqui estão seis exemplos de avanços que podem não ser lançados em 2024, mas podem começar a seguir nessa direção:

  • Integração de realidade aumentada

Este ano de 2024 poderia marcar o início da Realidade Aumentada (AR) em anúncios de pesquisa. Imagine apontar seu telefone para um produto e instantaneamente ver como ele se parece em seu espaço ou como funciona. Anúncios de AR poderiam permitir que os usuários interagissem com produtos em um ambiente virtual diretamente nos resultados da pesquisa, oferecendo uma experiência além de imagens estáticas.

  • Anúncios de imagem dinâmica

Com base no ponto em que PMAX e formatos de anúncios responsivos estão atualmente, posso imaginar o Google levando isso um pouco mais longe. Em vez de imagens estáticas, podemos ver o surgimento de anúncios de imagem dinâmica. Esses anúncios mudariam com base no comportamento ou preferências do usuário. Por exemplo, mostrando diferentes cores ou estilos de produto com base no histórico de navegação do usuário.

  • Visualizações de produtos em 360 graus

Em 2024, os anúncios de pesquisa poderiam oferecer visualizações em 360 graus de produtos, permitindo que os usuários explorem todos os ângulos antes de tomar uma decisão. Esse recurso seria particularmente benéfico para itens de alto valor, como eletrônicos, veículos ou móveis, onde detalhe e perspectiva são cruciais.

  • Integração de Vídeo em Anúncios de Pesquisa

A integração de vídeos curtos e automáticos em anúncios de pesquisa pode se tornar mais comum. Esses vídeos ofereceriam vislumbres rápidos ou demonstrações de produtos, proporcionando uma compreensão mais rica do que apenas imagens.

  • Anúncios Interativos

Anúncios interativos que permitem aos usuários interagir diretamente a partir dos resultados da pesquisa podem ser revolucionários. Desde jogos simples até ‘’quizzes’’ que levam a recomendações personalizadas de produtos, esses anúncios podem aumentar significativamente o envolvimento do usuário.

  • Anúncios Ativados por Voz

Com o aumento da pesquisa por voz, os anúncios ativados por voz podem se tornar realidade. Os usuários poderiam interagir com os anúncios usando comandos de voz, tornando a experiência de pesquisa mais acessível e sem as mãos.

Todas essas possibilidades são hipoteticamente viáveis, é claro, não há garantia de que alguma delas esteja em desenvolvimento. Podemos vê-las se tornando realidade no futuro, à medida que a pesquisa começa a evoluir e incorporar mais IA na experiência do usuário.

Mantenha-se atualizado sobre as últimas tendências do Google Ads

O cenário da pesquisa paga está, sem dúvida, caminhando para um futuro em que a IA e a automação desempenham papéis dominantes. Como exploramos, o surgimento de campanhas PMAX, ênfase em lances inteligentes, estratégias de correspondência ampla e o crescimento da publicidade em vídeo são todos indicadores de uma abordagem mais integrada com a IA. Embora alguns anunciantes possam lamentar a perda de controle granular e transparência, não há como negar a eficiência e eficácia que esses avanços trazem.

As perspectivas duplas dessas mudanças – avanço tecnológico versus impulso por aumento de receita publicitária – destacam a natureza complexa da evolução da indústria. É um equilíbrio entre aprimorar as experiências do usuário e do anunciante e as imperativas comerciais de plataformas importantes como o Google. Para aqueles de nós que navegam por essas mudanças, é importante ficar atualizado sobre como as decisões do Google impactam nossas estratégias de publicidade.

Conheça a GooWords!

Caso precise realizar anúncios no Google Ads para 2024 e não sabe como fazê-lo, nós podemos fazer para você!

Para trabalhar com a estratégia mais adequada no Google Ads, conte com a expertise da GooWords nesse segmento. Nós somos uma agencia Google Ads especializada e possuímos o selo Google Partner (selo de garantia e qualidade feito para agências parceiras do Google). Prestamos uma completa assessoria Google Ads aos clientes, além de contar com especialistas capacitados e com pleno conhecimento na ferramenta que, só uma agencia Google Ads especializada pode fornecer, preparados para planejar as melhores e mais eficientes campanhas de anúncios patrocinados! Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou deste post? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *